segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Vindius - The Videogame


Nome: Vindius - The Videogame
Editora: NA
Autor: Deka Black, Zael, Future, Rincondelico, Periko
Ano de lançamento: 2018
Género: Aventura gráfica
Teclas: Redefiníveis
Joystick: Kempston
Memória: 128K
Número de jogadores: 1


Para hoje, decidimos analisar mais uma entrada do concurso Zx-Dev Conversions, neste caso, Vindius – The videogame. Para a sua história, os autores basearam-se no livro de Deka Black – Vindius el Guerreiro del Norte – um livro que conta a história de um guerreiro cantabricense e um grupo de legionários romanos que perseguem um fugitivo cartagense pelas perigosas terras de Cantábria, em Espanha, numa combinação de literatura fantástica com mitologia, história e folclore desta mesma zona.

Este é um jogo baseado no conceito dos livros “Choose your Own Adventure” ou Aventuras Fantásticas, como eram por cá conhecidos quando foram lançados pela Verbo. Como o jogo é bastante limitado e de duração curta, os autores decidiram incluir também uma pasta com extras, nomeadamente os créditos da equipa, dois mini-jogos e gráficos cortados do jogo por (segundo eles) serem muito feios, perturbadores ou até picantes…


Vamos então ao jogo, para começar, a música é minimalista e muito pouco interessante, quase nem se dá por ela, o que até nem faz grande diferença sendo o tipo de jogo que é, mas gostaríamos de para variar ter algo mais elaborado que o costume, já que jogos do género não costumam dar muita atenção à parte sonora e desiludiu um pouco.

Quanto aos gráficos, temos uma escolha interessante. Os píxeis usados para as ilustrações são maiores que o normal (8x8), o que dá ao jogo um visual muito característico, diferente da maioria dos jogos de spectrum. A utilização deste modo também permite evitar mais facilmente o colour clash, e enquanto a maioria dos gráficos ficaram bem engraçados, ficámos com a ideia que alguns dos desenhos precisavam ser mais bem trabalhados para aproveitar de uma maneira mais interessante este visual.


A história, para variar, está muito bem escrita, imagino que por ser fiel ao livro, mostra-nos todo um universo de lugares e personagens muito interessantes e uma narrativa bem construída, das melhores que vi em jogos do género até hoje. O problema é que a história em espanhol está muito bem escrita mas não conseguimos perceber a totalidade dos textos, por isso decidimos tentar a versão em inglês que, devo avisar, tem alguns erros de construção e de gramática o que estraga um pouco a experiência de jogo.

Apesar da qualidade da história, o jogo torna-se bastante frustrante. Em muitas situações, uma análise cuidadosa ao que nos rodeia permitir descobrir a escolha certa, mas noutras dá-nos a sensação de que não existe uma razão lógica nem nada que nos indique a hipótese a seguir e só nos resta escolher uma opção ao acaso, levando-nos frequentemente à morte, algo que devemos lamentar.

Reparámos também que infelizmente o jogo cai noutro problema muito típico das aventuras fantásticas que é o de apenas uma opção dar para avançar e todas as outras levarem à morte, não havendo caminhos alternativos. Isto leva-nos a chegar frequentemente ao ecrã de Game Over e em muitas ocasiões sobreviver mais parece uma questão de sorte.


Ao chegar ao final da aventura temos acesso a uma password, que inserida no ficheiro "extras", nos dá acesso a mini-jogos e a alguns desenhos não incluídos no jogo, de algumas das criaturas em poses mais sensuais. As imagens removidas do jogo, ainda bem que o foram, porque realmente não acrescentavam nada e os nus, para sermos sinceros, estão um pouco mal desenhados, e enquanto prémio por vencer o jogo são uma desilusão.

Nota final para os mini-jogos que são tão simples e básicos que mais lembram o pior dos antigos jogos Lcd, aborrecendo muito rapidamente.

Concluímos este análise dizendo que não recomendamos o jogo, devido a tudo o que já foi mencionado e achamos que precisava de mais algum trabalho, mas queremos deixar um elogio à qualidade do texto e da mitologia / história que achámos muito interessante e nos lembrou as antigas histórias das Aventuras Fantásticas.

Para quem tiver curiosidade em experimentar, aqui ficam os links da versão em inglês:

Vindius

Extras

Sem comentários:

Enviar um comentário